MEI: Como Montar sua Loja Virtual de Forma Legal e com CNPJ

O e-commerce é um dos mercados que mais tem movimentado dinheiro ao redor de todo o mundo, sendo uma excelente oportunidade para quem quer investir em um negócio próprio.

Entre suas grandes vantagens está a minimização de custos, visto que o ambiente virtual exige menos espaço físico e contratação de funcionários, além de ter outros gastos reduzidos como layout, água e luz do estabelecimento.

Outro ponto importante é que através dele também é possível atingir um número muito maior de potenciais clientes, já que não existem barreiras geográficas para as compras que são feitas no mundo virtual.

Por essas e muitas outras, montar uma loja virtual pode ser a melhor opção tanto para dar giro ao negócio quanto para iniciar um do zero. E é esse assunto que trataremos neste artigo.

Você sabe a importância de ter um e-commerce legalizado com suporte a partir de leis vigentes? Quanto tal opção pode impactar nos seus resultados gerais? Saiba mais a seguir!

Por que formalizar a Loja Virtual?

A formalização de uma loja virtual é muito importante para garantir a segurança e credibilidade por parte dos clientes.

Sem ter sua empresa, mesmo que e-commerce, formalizada você não pode, por exemplo, emitir uma nota fiscal, algo que muitos clientes cobram uma vez que é direito do consumidor exigi-la para inúmeros fins.

Outro ponto importante é que sem formalizar, você não consegue obter um CNPJ, documento que é indispensável na concessão de créditos especiais, bem como financiamentos, para empreendedores.

Emissão de notas fiscais: Seja MEI!

Se a sua loja virtual precisa urgentemente se formalizar para emitir notas fiscais dos produtos comercializados, mas você tem medo de abrir um CNPJ devido a taxas e complicações comuns da vida como pessoa jurídica, a dica é se tornar MEI. Você sabe o que é isso?

Microempreendedor Individual – MEI – é o profissional autônomo ou empreendedor de um pequeno negócio que se formaliza para ter os mesmos direitos das demais empresas.

Para ser MEI é essencial que o seu negócio fature o teto máximo de R$ 60 mil reais por ano, ou R$ 5 mil mensais, e que você não tenha participação em outras empresas.

A tributação do MEI é bastante simples e barata e o empreendedor passa a desfrutar de inúmeros direitos, tais como assistência maternidade, auxílio-doença entre outros.

E o principal, a partir da constituição da MEI é possível emitir notas fiscais!

Você sabe como abrir MEI? Veja o passo a passo

É bem simples formalizar o seu empreendimento! Veja os três passos necessários para obter o seu CNPJ já:

1. Acesse o Portal do Microempreendedor
2. Encontre o ícone MEI – Microempreendedor Individual
3. Se formalize a partir do preenchimento dos dados solicitados.

Vale destacar que não há uma previsão exata para e-commerce entre as categorias do MEI, entretanto, é possível fazer a formalização com a opção de comércio varejista através da internet.

Feito o cadastro neste portal, é importante que você procure o órgão local competente para passar a emitir notas fiscais e, pronto: A sua loja virtual esta devidamente formalizada e apta a atender a necessidade de todos os clientes!


Quer se aprofundar mais no assunto? Veja alguns links de conteúdos que separamos para você!

#1 – Entenda a importância de divulgar sua empresa na internet
#2 – [Infográfico] Como Montar Uma Loja Virtual do Zero: Do Planejamento à Atração de Visitantes
#3 – Como Montar Uma Loja Virtual – Parte 1: Faça O Planejamento Do Seu E-commerce Em 6 Passos Simples E Escolha Uma Plataforma
#4 – Como Montar Uma Loja Virtual – Parte 2: Monte Uma Infraestrutura Sólida Para O Seu Negócio
#5 – Como Montar Uma Loja Virtual – Parte 3: Atendimento – Como Criar O Efeito Uau Com Um Atendimento Excelente
#6 – Como Montar Uma Loja Virtual – Parte 4: Atraindo Visitantes E Iniciando As Vendas

Comece a vender online, crie sua loja virtual agora mesmo!

Aproveite o que a plataforma tem de melhor: servidores Amazon AWS, apps, extensões, temas e suporte que realmente funciona.

Experimente por 14 dias grátis